2 de jun de 2010

Poetas do Recôncavo - IV

Sou um homem.
Portanto,
mais que palavra.

Não pronuncio
o sentimento
apenas como palavra.

O que foi dito
ao entardecer
não se confirma
na madrugada.

O que foi visto
no sonho
não se confronta
com a realidade.

Sou um homem.
Portanto,
uma surpresa.

Damário da Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário