5 de out de 2010

Tolerâncias


Minha religião
Não te agride
Não te proibe
Não te reprime
Não constitue nenhum crime

Tu é quem dizes
E há quem acredite
Que é o diabo
A raiz do mal

Mas qual é mesmo a sua afinal?
Criar novos pretextos
Para nos destruir?

Sem demônios não há discurso
E suas faltas, quem vai cobrir?
Nossos guias e encantados
Não comungam com seus pecados

Nem com a sopa de pregos
Com caldo ralo
Quem você quer
No fazer engolir

Ronny Bonn

2 comentários:

  1. massa ler este poema de ronny bonn
    mande um abraço pra ele quando o encontrar
    nuno g.

    ResponderExcluir